Tag: Pinheiro

MAC assume a liderança, Pinheiro vence e mantém artilheiro na Copa FMF

Na segunda rodada da Copa FMF, MAC e Pinheiro repetiram suas vitórias da estreia, mas a equipe atleticana assumiu a liderança por causa do saldo de gols. O Santa Quitéria por sua vez empatou com o São José e pulou para a terceira colocação.

O MAC foi até o Correão encarar o Bacabal e goleou por 4 a 0. Maurício, com dois gols, foi o destaque da vitória, que contou com gols de Cleber Pereira e Matheus Rubens para garantir a goleada que colocou o time atleticano na primeira colocação da fase classificatória.

O Pinheiro foi até Barra do Corda e garantiu o segundo triunfo na competição. O PAC venceu por 2 a 0 com gols de Lentine e Diego Vitor, que chega aos quatro gols e lidera a artilharia da competição. No último jogo da rodada, o São José empatou com Santa Quitéria em 2 a 2, com Marciel e Filipe marcando para o time ribamarense, enquanto Deleon marcou um dos gols do empate da Raposa.

Na próxima rodada, MAC e Pinheiro fazem o duelo de líderes no Castelão, enquanto o Bacabal recebe o Santa Quitéria e o São José encara o Cordino. No momento, o G-4 conta com Maranhão, Pinheiro, Santa Quitéria e Cordino.

Pinheiro e MAC largam bem e São José será punido na Copa FMF

Igor Leonardo / Maranhão

Na primeira rodada da Copa FMF, Pinheiro e Maranhão confirmaram o favoritismo de véspera e, a priori, mostraram que serão as duas principais equipes na busca pela vaga na Série D de 2019. Com vitórias tranquilas, as equipes ocupam as duas primeiras colocações. Quem começou muito mal foi o São José, que além de ter perdido para o MAC, ainda será punido pela escalação de atletas irregulares.

O destaque da rodada ficou por conta da goleada do Pinheiro por 4 a 0 diante do Bacabal. O atacante Diego Vitor, recém-anunciado pelo Moto, marcou três gols na vitória, que ainda contou com um gol de Lentine. A curiosidade do jogo é que Lentine desperdiçou um pênalti e na sequência Diego Vitor aproveitou o rebote para garantir o triunfo com tranquilidade.

Ainda no interior, o Santa Quitéria empatou em 1 a 1 com o Cordino. Paulo Jânio abriu o placar para a Onça, mas a Raposa chegou ao empate com Gleyson Toquinho.

Fechando a rodada, o MAC ficou na expectativa para saber se entraria em campo contra o São José. A equipe atleticana conseguiu regularizar 13 jogadores, mas o Peixe Pedra contava com apenas um atleta inscrito no BID. Para evitar uma punição maior, o time foi a campo e perdeu por 3 a 0. O destaque da vitória do MAC foi o atacante Cleber Pereira, com dois gols, e Israel marcou uma vez.

Com a entrada em campo, o São José será denunciado no STJD e ainda perderá mais três pontos. Assim que confirmada a punição, a equipe ribamarense terá a pontuação corrigida na classificação. Na segunda rodada, o MAC encara o Bacabal, no interior, o Cordino recebe o Pinheiro e o Santa Quitéria joga diante do São José.

Pinheiro é campeão da Segundinha Maranhense

Um empate aos 48 do segundo tempo para garantir o título e o acesso na Série B do Campeonato Maranhense. Assim o Pinheiro garantiu a igualdade em 2 a 2 com o Chapadinha, resultado suficiente para selar a conquista do torneio após vencer o jogo de ida por 2 a 1, no interior maranhense.

Um acesso surpreendente para o Pinheiro, que começou os treinos somente uma semana antes do torneio, desbancando favoritos, como o próprio Chapadinha e o Juventude, clubes que mais investiram na divisão de acesso. Sob o comando do português Luís Miguel, a equipe pinheirense garantiu o título invicto do torneio, com cinco vitórias e quatro empates.

Um aspecto da conquista que merece atenção é a quantidade de jogadores jovens da cidade aproveitados pelo time. No jogo decisivo, na equipe titular estavam o zagueiro Paulinho (21), os laterais Vivico (22) e Maycon (19) e o meia Neto (20), além das entradas dos atacantes Lentine (21) e Luís Fernando (23) e o zagueiro Aldomir (20). O autor do gol do título, Diego Silva de 23 anos, já conta com uma pequena experiência no futebol maranhense após defender o São José e o Imperatriz em 2018.

Um dos destaques do time foi o meia Neto, artilheiro da Segundinha com cinco gols e responsável pela jogada que originou o gol do título. Aos 20 anos, o meia é revelado na base do PAC e chegou a ser emprestado ao Moto, onde não foi aproveitado nos profissionais.

Com o acesso garantido para o Campeonato Maranhense, o Pinheiro agora irá iniciar a preparação para a Copa FMF, que vale uma vaga na Série D. Depois de surpreender na Segundinha, onde entrou como a quarta força, a equipe pinheirense terá um teste complicado para saber onde pode chegar no Estadual de 2019.

Guia dos Maranhenses na Copa São Paulo de 2018

Nesta terça-feira, o futebol começa oficialmente no Brasil com a abertura da maior edição da Copa São Paulo, que contará com 128 times divididos em 32 grupos. Moto, atual campeão maranhense sub-19, e Pinheiro, campeão da Copa Mirante sub-19, serão os representantes maranhenses.

A competição será a principal oportunidade para os garotos dos clubes se destacarem e atrair atenção de times maiores como aconteceu com o lateral Arthur e o meia Lourency, revelados pelo JV Lideral e defenderam, respectivamente, Ponte Preta e Vila Nova em 2017, o atacante Fernandinho, revelado pelo Sampaio e atualmente no Internacional, e o atacante Dênis, revelado pelo Sabiá e atualmente no Fortaleza.

O Pinheiro caiu novamente em um grupo complicado, que conta com o Corinthians, maior campeão do torneio, Ferroviária-SP e Corumbaense. O Moto tem um grupo mais tranquilo, com o Palmeiras como principal adversário da primeira fase, além de encarar o Taubaté e o Luverdense no grupo 27.

Grupo 27: Moto encontra rivais com atletas das seleções de base
Moto: Campeão Maranhense sub-19 em 2017, o Rubro-Negro retorna ao torneio após 11 anos. Em sua última participação, em 2006, a equipe maranhense surpreendeu e eliminou o Grêmio, chegando às quartas de final. Para 2018, além de revelar jogadores, o Moto pode apresentar também um novo treinador, já que Danilo Brito, comandante da equipe, deve encerrar o ciclo na base.

Um dos destaques do Rubro-Negro é meia Igor, de 19 anos. Promovido ao time principal em 2015 e ganhando sequência durante a Série D de 2016, Igor não foi aproveitado em 2017 durante a Série C. Voltou ao time sub-20, onde é um dos titulares e a referência da equipe no meio-campo.

Palmeiras: Campeão Paulista sub-20 e sub-15 e da Copa do Brasil sub-17, além de vice-campeão estadual no Paulista sub-17, o Palmeiras chega como o grande adversário da primeira fase. Sob o comando de Wesley Carvalho, o Verdão chega com moral para ser um dos favoritos ao inédito título em 2018.

Em campo, o atacante Léo Passos, autor de 15 gols durante o Paulista sub-20, é um dos principais destaques da equipe alviverde. Além do artilheiro, vale a pena ficar de olho no meia Alanzinho, que disputou o Mundial sub-17 com a Seleção Brasileira, eliminada pela Inglaterra nas semifinais.

Luverdense: Campeonato Matogressense sub-17 e vice-campeão sub-19, o Luverdense chega para sua nona participação na Copa São Paulo. Uma das metas para 2018 é esquecer a péssima campanha de 2017, onde perdeu os três jogos que disputou na primeira fase.

O volante Gabriel Kazu, de 18 anos, é um dos destaques da equipe. Revelado em 2016, quando foi promovido ao time profissional, e com passagens pela Seleção sub-17, o jogador é uma das esperanças para o time de Lucas do Rio Verde fazer uma boa campanha em 2018.

Taubaté: O Burro chega em 2018 tentando repetir a campanha de 2017, quando avançou para a segunda fase do torneio. No Campeonato Paulista sub-20 fez uma campanha mediana, ficando na sétima colocação e eliminado logo na primeira fase do torneio.

Maykon Lima, autor de quatro gols durante o Estadual da categoria, e que chegou a atuar no time durante a Copa Paulista, é um dos destaques da equipe da casa.

Grupo 17: Pinheiro tenta surpreender e reencontra o Corinthians
Pinheiro: campeão da Copa Maranhão sub-19, o Pinheiro disputará a Copa São Paulo pelo segundo ano consecutivo. O time do interior maranhense tentará esquecer a péssima campanha de 2017, onde perdeu os três jogos disputados e sofreu 10 gols na primeira fase.

Sob o comando de César Padre, o atacante Guilherme deve ser uma das referências do time durante o torneio. O lateral-direito Laylson, que também já atuou no time profissional durante a Série B do Campeonato Maranhense, merece atenção na equipe pinheirense.

Corinthians: atual e maior campeão da Copinha com 10 título e um total de 18 finais disputadas, o Timãozinho estará no caminho do Pinheiro mais uma vez. Em 2016, a equipe paulista levou a melhor com uma goleada por 6 a 0, logo na primeira rodada.

O meia Fabrício Oya, que foi um dos titulares na Copinha de 2017, é quem surge como o principal destaque para 2018. Com convocações para a Seleção Brasileira, o meia de 18 anos é um dos trunfos para o alvinegro brigar pela 11ª conquista do torneio.

Ferroviária-SP: eliminado na terceira fase no Campeonato Paulista sub-17 e sub-15, a Ferroviária tentará melhorar a campanha de 2017 na Copa São Paulo. Após a classificação para a segunda fase, foi eliminada pelo Batatais na primeira eliminatória, com uma derrota de 5 a 4 nos pênaltis.

O atacante Murilo Coletti, de 17 anos, artilheiro do time no paulista da categoria e do time em 2017, com 21 gols em 23 jogos, é o destaque do time grená.

Corumbaense: campeão Sul Matogrossense sub-19 em 2017, o Corumbaense chega na Copa São Paulo com a missão de surpreender. O atacante Matheus Lima, autor de um dos gols no jogo do título sub-19, é um dos destaques da equipe.