Tag: Imperatriz

Sampaio, MAC e Imperatriz vencem na abertura do Maranhense

A primeira rodada do Campeonato Maranhense não reservou espaços para surpresas. Imperatriz, MAC e Sampaio confirmaram o favoritismo garantindo três pontos em suas estreias no Estadual.

No primeiro jogo da competição, o Imperatriz venceu e virada o Santa Quitéria por 2 a 1. O jogo foi marcado por gols de zagueiros. Deleon colocou a Raposa na frente, mas Renan Dutra e Anderson, aproveitando duas cobranças de falta de Marcos Paullo, garantiram a virada do Cavalo de Aço.

Outra virada foi registrada no triunfo de 4 a 2 do MAC diante do Cordino. Cris abriu o placar para a Onça, mas Deylon marcou duas vezes e Marciano aproveitaram para virar para o Quadricolor. Cris voltou a descontar para os donos da casa e Bruno Bacabal fechou o placar para o Bode.

Em São Luís, o Sampaio bateu o São José por 2 a 0. O atacante Christian, de 19 anos, marcou os dois gols do triunfo Tricolor ainda no primeiro tempo.

Nos três jogos da rodada foram 11 gols marcados, uma média de 3,67 gols. Três jogadores marcaram duas vezes, liderando a lista de artilheiros do torneio. O jogo Pinheiro x Moto será realizado apenas no dia 27, pois o Rubro-Negro jogou pela Copa do Nordeste no último sábado.

Com três reforços, Imperatriz conta com 22 jogadores confirmados para 2019

O Imperatriz é o clube maranhense com a preparação para 2019 mais adiantada. Com a participação do Cavalo de Aço na Copa do Brasil e no Estadual, fechando o ano com a disputa da Série C, a equipe comandada por Ruy Scarpino já conta com 22 jogadores confirmados, dos quais três chegarão como reforços e os demais participaram da campanha do acesso para a Série C.

As três novidades até o momento são os meias Marcos Paullo, de 28 anos, e Peu, de 27 anos. Marcos Paullo chega após disputar o Tocantinense e a Série D pelo Interporto, mas com um rendimento abaixo do que demonstrou em 2016 pelo Moto, e o atacante Chaveirinho, de 27 anos. Em 2018, o meia marcou apenas um gol com a camisa do clube tocantinense, que foi eliminado na primeira fase da Série D e nas semifinais do Estadual.

Aos 27 anos, Peu jogará no futebol maranhense pela primeira vez. Titular do Salgueiro em 2018, com 33 jogos e um gol marcado, o meia tem uma carreira marcada por passagens nos clubes do interior paraibano e chega como o primeiro jogador com experiência de Série C ao Cavalo de Aço.

Chaveirinho chega ao Imperatriz após defender o Manaus e o São Francisco-PA, em 2018. Pelo clube amazonense o atacante disputou cinco jogos durante a Série D, inclusive encarou o Cavalo de Aço no jogo do acesso.

Dentre os remanescentes para 2019, destaque para o atacante Junior Chicão, artilheiro do Cavalo de Aço na temporada, com 10 gols em 26 jogos. O Imperatriz ainda deve anunciar mais quatro jogadores, priorizando reforços no meio-campo e na zaga, setores que ficaram fragilizados após a Série D.

O zagueiro Michael, que foi titular durante a Série D, foi para o futebol português, o volante Daniel Barros e o meia Eloir, que acertou com o Sampaio, são as três principais baixas do time após a Série D. Um detalhe é que o zagueiro Tomais e o volante Tibiri, confirmados para 2019, disputarão a Copa FMF emprestados ao MAC, prática que foi adotada pelo Cavalo de Aço durante a Segundinha emprestando atletas como o goleiro Gustavo, o zagueiro André Penalva e o atacante Kaká para times que disputaram o acesso Estadual.

Elenco do Imperatriz para 2019
Goleiros: Jean, Gustavo
Zagueiros: André Penalva, Anderson Schmoeller, Tomais, Cosmo
Laterais: Renan, Paulino, Wesley, William
Volantes: Tibiri, Morango
Meias: Adauto, Gabriel Cajuapara, Marcos Paulo, Peu
Atacantes: Cebolinha, Chicão, Lucas, Kaká, Chaveirinho, Matheus

Renovação de Marcinho Guerreiro é fundamental para o Imperatriz repetir sucesso em 2019

Vice-campeão maranhense em 2018 e com o acesso conquistado para a Série C de 2019. Diferente de outras temporadas, o Imperatriz fecha o ano com saldo extremamente positivo e sinaliza a construção de uma base para as próximas temporadas. A renovação de Marcinho Guerreiro no comando do Cavalo de Aço é o principal indício.

É curioso que o Imperatriz não começou a temporada com essa segurança para os treinadores. Paulinho Kobayashi durou apenas três rodadas no Campeonato Maranhense e deu lugar para Vinícius Saldanha, que levou o alvirrubro ao vice-campeonato estadual. Na Série D, Saldanha durou dois jogos e deu lugar para Marcinho Guerreiro, que recuperou a equipe para levar ao acesso para a Série C.

O grande mérito de Marcinho nesse período no comando do Imperatriz foi resgatar a força ofensiva da equipe. Curiosamente, no único jogo em que não marcou gols, na derrota por 1 a 0 diante do Treze na semifinal, foi eliminado da Série D. Anteriormente, em todas as partidas o alvirrubro balançou as redes e o treinador foi fundamental para resgatar Junior Chicão e transformar o maranhense em um dos goleadores da Série D, com oito gols.

A veia ofensiva é provavelmente uma característica que será mantida no Imperatriz para 2019. Na Série D, o Cavalo de Aço teve o terceiro melhor ataque com 21 gols marcados, média de 1,5 gols por jogo, enquanto, o Moto campeão maranhense fechou o Estadual com 22 gols marcados, média de gols por jogo. Diferente de 2018, Marcinho terá no comando uma equipe estável e sem tantos problemas internos, quando foi na pré-temporada do Rubro-Negro. O treinador tem o cenário ideal para tentar repetir os bons resultados de 2018 e buscar a permanência em seu segundo desafio na Série C.

Com Marcinho Guerreiro, Imperatriz fez gols em todos os jogos da Série D

Com o acesso garantido para a Série C, o Imperatriz agora tenta aumentar o feito da temporada de 2018 em busca da vaga na decisão da Série D. Para isso, o ataque é um dos pontos chaves do Cavalo de Aço. Desde que o técnico Marcinho Guerreiro assumiu o comando da equipe, o time do interior maranhense marcou gols em todos os jogos da Série D.

Dentre os quatro semifinalistas, o Cavalo de Aço conta com 21 gols marcados, ficando com o terceiro melhor  ataque. Nas duas primeiras rodadas, a equipe, então comandada por Vinícius Saldanha, arrancou dois empates sem gols contra o América-RN e diante do Belo Jardim, no interior pernambucano.

Desde que chegou à segunda fase, os comandados de Marcinho carregam um dado curioso. Quando venceram o jogo de ida por 1 a 0, perderam na volta por 2 a 1 e garantiram a classificação nos pênaltis. Foi assim na segunda fase contra o América-RN e no jogo do acesso contra o Manaus, quando o goleiro Jean defendeu três penalidades.

Diante do Treze, o 1 a 0 em casa voltou a se repetir. Considerando o histórico, o Imperatriz deve balançar as redes no Amigão, mas precisará ter maior solidez defensiva para evitar o drama das últimas decisões que foram para as disputas das cobranças alternadas.

Defensivamente o Imperatriz apresenta o melhor rendimento dentre os quatro semifinalistas. Assim como o Treze, são apenas 10 gols sofridos nos 13 jogos disputados até o momento. Números que poderão fazer a diferença e refletem o equilíbrio da semifinal, que provavelmente, definirá o campeão da Série D de 2018.

Imperatriz 1×0 Treze: Cavalo de Aço abre vantagem na semifinal da Série D

Um jogo com chances dos dois lados e definido com um gol de Adauto no segundo tempo. O triunfo de 1 a 0 do Imperatriz diante do Treze, deixa o Cavalo de Aço a um empate da vaga inédita na decisão da Série D.

O triunfo também mantém a boa marca ofensiva do Imperatriz sob o comando de Marcinho Guerreiro. Desde que o treinador assumiu a equipe, o Alvirrubro marcou gols em todos os jogos na competição.

O primeiro tempo teve como destaque a participação ofensiva de Eloir, sempre próxima da grande área e atuando praticamente como um segundo atacante atrás de Junior Chicão. O lado direito com Kaká era onde começavam as principais jogadas de perigo dos donos da casa.

O Treze também teve o lado direito, com Talisson e Leilson como um dos mais ofensivos. Mas não houveram chances reais com perigo para o gol defendido por Jean.

O cenário mudou no segundo tempo com a entrada de Adauto e Lucas Silva. Adauto, assumiu a função de Eloir, mas acabava buscando mais o jogo pelas pontas. O que foi fundamental para conseguir aproveitar o rebote e abrir o placar no Frei Epifânio.

No Treze, a entrada de Patrick também deu novo gás ao time paraibano. O camisa 17 levou perigo principalmente nas bolas paradas, mas em duas ocasiões se livrou da marcação e chegou a parar no goleiro Jean, importante para garantir o triunfo dos donos da casa.

Manaus 2(2)x(3) 1 Imperatriz: Cavalo de Aço sobe nos pênaltis e coroa fim de semana do futebol maranhense

Depois do triunfo na ida, chegar a sair na frente e ver o Manaus virar, nos pênaltis, o Imperatriz selou o seu inédito acesso para a Série C. Uma vitória por 3 a 2, com direito à três defesas do goleiro Jean, fundamental na conquista do Cavalo de Aço, que coroou o fim de semana perfeito do futebol maranhense, que já contabilizava o título do Sampaio na Copa do Nordeste.

O gol logo cedo de Eloir deu a impressão que o Imperatriz poderia ter vida tranquila para buscar o acesso. Mas assim como o Cavalo de Aço saiu na frente, no minuto seguinte Nena empatou para os donos da casa. O Cavalo de Aço ainda contou com uma bola na trave na etapa inicial, mas o empate ficou no marcador até o intervalo.

No segundo tempo, Derlan aproveitou o rebote de Jean e virou o jogo para o Manaus. O 2 a 1 levou a decisão para os pênaltis, onde o Imperatriz saiu na frente e viu Jean fazer três defesas para garantir o triunfo alvirrubro por 3 a 2 e o inédito acesso para a Série C.

Além da conquista coletiva, o acesso também é um grande marco na carreira do técnico Marcinho Guerreiro. Após ser campeão maranhense em 2018 com o Moto, o treinador chegou ao Cavalo de Aço na terceira rodada e, sob seu comando, o alvirrubro marcou gols em todos os jogos, além de garantir a vaga na Série C de 2019.

Ainda na Série D, quem voltou a fazer história foi Flávio Araújo. O Treze venceu o Caxias por 3 a 1, garantindo o sétimo acesso da carreira do treinador, que saiu da D para a B com o Sampaio entre 2012 e 2014. O terceiro time que subiu no domingo foi o São José-RS, após eliminar o Linense. Na semifinal da Série D, o Imperatriz aguarda a definição do classificado entre Ferroviário e Campinense para conhecer o seu próximo adversário.

Imperatriz 1×0 Manaus: Eloir abre vantagem mínima para o Cavalo de Aço na Série D

O Imperatriz manteve a invencibilidade em casa no primeiro jogo das quartas de final da Série D. O triunfo por 1 a 0 diante do Manaus garante ao Cavalo de Aço a vantagem mínima de jogar por um empate na volta para selar o inédito acesso para a Série C.

Jogando em casa na Série D, o Imperatriz empatou apenas com o América-RN na estreia. Após isso, após a chegada do técnico Marcinho Guerreiro, venceu os quatro confrontos no Frei Epifânio, diante do Belo Jardim e Guarani de Juazeiro, na primeira fase, além de passar pelo Moto e América-RN no mata-mata, adicionando o Manaus à lista de triunfos em casa.

Como esperado, o confronto diante dos amazonenses começou bem complicado. Somente no primeiro tempo Hamilton e Rossini acertaram a trave do goleiro Jean, quase colocando os visitantes em vantagem.

Na etapa final, Eloir apareceu no alto para marcar o único gol do jogo. Vitória simples e vantagem garantida para o jogo de volta, no Amazonas, onde Marcinho pode alcançar a sua segunda grande conquista da carreira, somente em 2018.

Moto 2×4 Imperatriz: virada e Cavalo de Aço nas quartas de final da Série D

Lucas Almeida / L17 Comunicação

Com uma grande virada, o Imperatriz venceu o Moto por 4 a 2 e garantiu a vaga nas quartas de final da Série D. O triunfo do Cavalo de Aço foi construído, principalmente, com os dois gols marcados em cinco minutos, que deixaram a vaga alvirrubra encaminhada para a próxima fase.

O Moto até tentou controlar o jogo, com o gol de Ramon. Logo no minuto seguinte, o Imperatriz conseguiu o empate com Cloves. O golpe fatal dos comandados de Marcinho Guerreiro vieram com os gols de André Penalva e Junior Chicão, em um intervalo de cinco minutos, ainda no primeiro tempo, abrindo 3 a 1 para os visitantes.

Val Barreto voltou a balançar as redes antes do intervalo, mas o gol de Kaká, no segundo tempo, decretou o triunfo do Cavalo de Aço. A vitória do Imperatriz encerrou a invencibilidade do Moto em casa, exatamente no momento em que o Rubro-Negro não podia mais perder.

Além disso, o triunfo é mais uma conquista na breve carreira do técnico Marcinho Guerreiro, que conseguiu resgatar o Imperatriz e colocar a equipe em condições de brigar pelo acesso inédito. O adversário dos jogos do acesso será o Manaus ou o Brasiliense, caso se classifique diante do Campinense com um empate.

Imperatriz 2×1 Moto: Cavalo de Aço é melhor e garante vantagem nas oitavas da Série D

O Cavalo de Aço mantém a invencibilidade em casa na Série D e abriu a vantagem mínima no jogo de ida das oitavas de final contra o Moto. Em seu primeiro jogo contra o Rubro-Negro, o técnico Marcinho Guerreiro levou a melhor com o triunfo por 2 a 1 e depende de um empate na volta para avançar às quartas de final da Série D.

Sem o critério de gol fora de casa, o Cavalo de Aço abre uma vantagem importante para o jogo de volta. Um dos desafios para garantir a classificação será encerrar o aproveitamento 100% do Moto em casa, que venceu os quatro jogos como mandante até o momento.

Enquanto o Imperatriz começou o jogo sem mudanças, Luis Miguel surpreendeu com a entrada de Betão para formar o trio defensivo com Ramon e Wanderson para segurar o ataque do Cavalo de Aço. A aposta não deu certo e Renan abriu o placar para os donos da casa aos 25 do primeiro tempo.

Em um dos raros ataques do Moto, nos minutos finais do primeiro tempo, Ricardo Maranhão empatou o jogo. Assim como na decisão do Campeonato Maranhense, coube ao atacante marcar o gol Rubro-Negro no Frei Epifânio.

No segundo tempo, Kaká garantiu o triunfo do Cavalo de Aço quando marcou o segundo aos 15 minutos. O Moto em nenhum momento chegou a ameaçar o triunfo do Imperatriz e agora precisa vencer o jogo de volta por dois gols de diferença se quiser avançar para as quartas de final da Série D.

Moto e Imperatriz avançam e se enfrentam nas oitavas da Série D

Moto e Imperatriz reeditarão a decisão do Campeonato Maranhense nas oitavas de final da Série D. As duas equipes garantiram a classificação para a próxima fase neste domingo e garantiram a presença de uma equipe maranhense nas quartas de final para buscar a vaga na Série C de 2019. Dentre os representantes do Estado, o Cordino com a derrota por 1 a 0, diante do Ferroviário, foi o único eliminado na segunda fase.

O Moto entrou em campo para o jogo decisivo contra o Fluminense de Feira, com a vantagem de ter vencido na ida por 3 a 0. Em um primeiro tempo de poucas oportunidades, com destaque para a marcação individual de Ramon em cima de Maranhão, Everlan abriu o placar para o Rubro-Negro, ampliando a vantagem.

Na etapa final, as mudanças de Luís Miguel foram decisivas para alterar o placar. O zagueiro Betão saiu do banco de reservas e no primeiro lance cometeu pênalti. Na cobrança, Jailson empatou o jogo. Val Barreto entrou no jogo e em seu primeiro lance fez o segundo do Rubro-Negro, que ainda conseguiu chegar ao 3 a 1 com o gol de Ricardo Maranhão no minuto final.

Em Natal, o Imperatriz viu o América-RN sair na frente com Lucas Silva, enquanto Junior Chicão empatou, mas Lucas Silva voltou a colocar o Dragão na frente no primeiro tempo. O 2 a 1 ficou no placar até o fim do jogo, que foi para a decisão nas penalidades.

Na abertura da série, Junior Chicão perdeu o primeiro pênalti para o Imperatriz. Até o quarto pênalti, o América-RN acertou todas as cobranças, mas na última Flávio Carioca perdeu, deixando a série empatada em 4 a 4. Logo na primeira cobrança alternada, Kaká converteu para o Imperatriz e Jadson isolou a bola do América-RN, garantindo o Cavalo de Aço nas oitavas de final.

Moto e Imperatriz se encontram nas oitavas de final em mais dois jogos na temporada. Nos três primeiros jogos de 2018 entre as duas equipes, uma vitória para cada lado e um empate. O equilíbrio está garantido no confronto, que marcará o reencontro do técnico Marcinho Guerreiro, agora como rival do Rubro-Negro