Tag: Dinamarca

Croácia 1(3)x(1)1 Dinamarca: goleiros brilham nos pênaltis e croatas avançam

FIFA/FIFA via Getty Images

Depois de 120 minutos de pouco futebol, com exceção dos cinco minutos iniciais, a Croácia garantiu a vaga nas quartas de final na decisão nos pênaltis, com direito a três defesas de Subasic. Schmeichel, mesmo com a eliminação, também foi brilhante, ao forçar a decisão nas penalidades quando parou Modric na prorrogação e com duas defesas nas cobranças alternadas.

Os cinco minutos iniciais foram uma ilusão do que o jogo poderia ser. Primeiro a falha de Subasic, na finalização de Jorgensen logo no primeiro minuto para abrir o placar. Na sequência, aos três minutos, a bola ficou em um bate rebate na zaga dinamarquesa e sobrou para Mandzukic empatar o jogo.

Foi só. Modric bem marcado no meio-campo, até conseguiu encaixar passes importantes, mas longe de demonstrar a eficiência que teve na fase de grupos. Um dos raros lances de Modric veio no fim da prorrogação, quando lançou para Rebic, que limpou o goleiro e sofreu o pênalti. Aí foi a vez de Schmeichel consagrar-se, defendendo a cobrança de Modric e obrigando a decisão nos pênaltis.

Na decisão nas penalidades, cobranças ruins dos batedores e goleiros atentos. Schmeichel quase parou Modric pela segunda vez, mas não conseguiu defender a cobrança do meio-campista, enquanto Subasic se redimiu do erro no primeiro tempo, virando o herói da classificação croata.

Dinamarca 1×1 Austrália: australianos são melhores no segundo tempo, mas ficam no empate

FIFA/FIFA via Getty Images

O empate de 1 a 1, entre Dinamarca e Austrália, mantém a classificação das duas seleções em aberto para a última rodada do grupo C. Os dinamarqueses entrarão em campo diante da França dependendo de um empate para avançar, enquanto os australianos precisarão de um triunfo diante do Peru para sonhar com a vaga nas oitavas de final.

O gol de Eriksen logo aos sete minutos deu a impressão que a Dinamarca controlaria o jogo. Mas a Austrália esteve melhor daí para a frente, principalmente com o poder de marcação de Mooy e Jedinak no meio-campo, responsáveis por quatro desarmes durante os 90 minutos.

Leckie na ponta direita australiana era um dos jogadores mais ativos no ataque. O empate australiano veio após um pênalti questionável, confirmado com o VAR e convertido por Jedinak na cobrança.

As poucas tentativas dinamarquesas para chegar ao segundo gol passavam principalmente nos pés de Sisto pela esquerda, mas sempre bem marcado pela Austrália. No fim do jogo, Schmeichel ainda fez duas boas defesas para garantir o empate dinamarquês, que deixa a seleção nórdica próxima das oitavas de final.

Peru 0x1 Dinamarca: Schmeichel fecha o gol e garante triunfo dinamarquês

FIFA/FIFA via Getty Images

O pênalti perdido por Cueva no primeiro tempo e o gol da vitória dinamarquesa. Triunfo importante que pode definir o segundo colocado do grupo, considerando que a França confirmará o favoritismo nos dois próximos jogos.

Advíncula e Carrilo, pela esquerda, forçavam o jogo na esquerda. Com o auxílio de Sisto, para dar o primeiro combate, a Dinamarca conseguiu dificultar o jogo peruano no setor.

Os comandados de Gareca tiveram nos pés de Cueva a chance de abrir o placar. No pênalti, o camisa 8 isolou a cobrança. A oportunidade perdida teve seu preço no segundo tempo. Além da nítida queda de rendimento de Cueva, que foi para o intervalo abalado pelo pênalti perdido, a Dinamarca chegou ao gol da vitória.

O contra-ataque puxado por Eriksen, chegou em Yurary, que fez o gol do jogo. Com o 1 a 0 da Dinamarca, Guerrero entrou no jogo e teve tempo para três boas finalizações, mas insuficiente para vencer Schmeichel, que fechou a partida com seis defesas, sendo fundamental para o triunfo dinamarquês.