Tag: Bahia

Por causa de calendário e cotas, Bahia pode deixar o Nordestão

O Bahia pode ser a segunda equipe a abandonar a Copa do Nordeste. O Tricolor baiano entregou um ofício à CBF pedindo para confirmar a participação no torneio apenas em dezembro e teve o pedido aceito. Além disso, o clube não contará com representantes no sorteio dos grupos, na próxima quinta-feira em Maceió.

Assim como o Sport, que não participa do Nordestão desde 2018, uma das críticas da diretoria do Bahia é sobre os valores das cotas de participação. Em 2019, o time da Boa Terra receberá R$ 1,9mi, assim como Vitória, Santa Cruz e Ceará.

Outro ponto que preocupa o clube é a provável queda de visibilidade da competição, por causa do fim dos canais Esporte Interativo. O presidente Guilherme Bellintani também coloca como uma preocupação o excesso de jogos que o Tricolor terá em 2019, caso confirme a vaga na Sul-Americana, o que lhe daria quatro torneios somente no primeiro semestre.

Vice-campeão em 2018, perdendo para o Sampaio na decisão, o Bahia arrecadou com cotas e premiações R$ 2 milhões no Nordestão. Em um comparativo com o Campeonato Baiano, o Tricolor recebeu no regional quase três vezes mais do que o torneio local, que teve uma cota de apenas R$ 850 mil.

Giro do Nordestão: tropeços do Ceará, a primeira vitória do Bahia e CRB 100% em 2018

A semana foi de folga na Copa do Nordeste e a bola rolou somente nos campeonatos estaduais. A equipe que vive o melhor momento na temporada é o CRB, que venceu as duas primeiras partidas no Alagoano, mantendo 100% de aproveitamento em 2018. Por outro lado, o Bahia se recuperou dos tropeços e o Ceará sobre com uma série de derrotas no Cearense.

O Sampaio, único representante maranhense no torneio, estreou com a vitória e liderança no Campeonato Maranhense. O triunfo por 3 a 0 diante do Bacabal foi comandado pelo atacante Uilliam, autor de todos os gols do jogo.

No Nordestão, quando retornar aos gramados, o Sampaio contará com a presença da torcida diante do Salgueiro. Por causa de objetos arremessados em campo na semifinal da Série C de 2017, diante do Fortaleza, o Tricolor foi punido com um jogo de portões fechados e o recurso do time foi rejeitado pelo STJD.

Ceará: tropeços e em baixa no Cearense
Depois do bom início na temporada, com vitórias tranquilas diante do Salgueiro e Guarani de Juazeiro, o Ceará sofreu duas derrotas no Campeonato Cearense. Diante do Iguatu, quando atuou com a equipe considerada reserva, o Vozão até saiu na frente, mas cedeu a virada e perdeu por 2 a 1.

Na quarta-feira, na disputa da Taça dos Campeões, diante do Floresta, estreante na elite do futebol cearense, o Vozão foi surpreendido. Começou perdendo, pressionou e só aos 46 do primeiro tempo conseguiu o empate. A pressão foi mantida, mas o goleiro Mauro fez boas defesas e Dim acertou um golaço recolocando o Floresta na frente. Ainda teve tempo para o terceiro da equipe estreante na elite do futebol cearense. Em quatro jogos, o Vozão balançou as redes, mas também viu os adversários chegarem ao seu gol em oito oportunidades.

CSA: aposta no herdeiro de Marcelinho Carioca e goleada no Alagoano
Depois da estreia com empate diante do Sampaio, o Azulão voltou a ficar na igualdade do placar diante do Santa Rita, em 2 a 2, na sua estreia no Campeonato Alagoano. Na segunda rodada, diante do Murici, o CSA goleou por 4 a 0 e encerrou uma sequência de três jogos sem vencer jogando no Rei Pelé.

No mercado, o destaque da semana do CSA fica por conta do acerto com o meia Lucas Surcin, filho de Marcelinho Carioca. Aos 24 anos, o jogador está longe de ter uma carreira comparável com a de seu pai e conta com passagens pelo São Caetano, Marília Vitória das Tabocas e iniciou o ano no Gama, que conta com a presença do zagueiro pentacampeão Lúcio.

Salgueiro: ataque enfim funciona em 2018
No terceiro jogo da temporada, o Salgueiro enfim marcou seu primeiro gol em 2018. Maurício abriu o placar para o Carcará no contra o América-PE, mas o time do interior pernambucano não conseguiu segurar a vitória e saiu de campo com apenas um ponto.

Nos três jogos disputados até agora, este foi o segundo empate do Carcará. No Campeonato Pernambucano a equipe ocupa a sétima posição com dois pontos e volta a campo para encarar o Belo Jardim no próximo domingo.

CRB: Perfeito no Alagoano e chegada de Willians para o meio-campo
Com o rodízio implantado pelo técnico Mazola Junior, o CRB começa o Campeonato Alagoano com duas vitórias seguidas. Na primeira rodada goleada por 4 a 0, com direito a três gols de Neto Baiano e na segunda partida, triunfo por 2 a 1 para manter o Galo na liderança do Estadual.

Dentre os reforços, destaque para a chegada do volante Willians, de 31 anos. Após disputar apenas 10 jogos pelo Goiás em 2017, o jogador chega ao Galo como uma das opções para integrar o meio-campo durante a temporada.

Bahia: a primeira vitória na temporada
As duas primeiras partidas foram marcadas por duas derrotas de 1 a 0, respectivamente, diante do Botafogo-PB e do Bahia de Feira. Na segunda rodada do Campeonato Baiano, enfim o Bahia alcançou o primeiro triunfo de 2018, vencendo o o Jacuipiense por 2 a 1, com gols de Vinícius e Tiago.

A equipe comandada por Guto Ferreira ainda tenta reforçar o elenco no início da temporada e uma das negociações é para o retorno de Allione, que disputou 43 jogos pelo Tricolor Boa Terra em 2017. O Bahia tenta um novo empréstimo do meia de 23 anos, que não será aproveitado pelo Palmeiras em 2018.

Vitória: Rhayner volta ao Leão e Trellez na mira do São Paulo
O Vitória é um dos clubes com maior atividade no mercado após a bola rolar. Entre as chegadas, destaque para o retorno do atacante Rhayner, campeão japonês com o Kawasaki Frontale. Aos 27 anos, o atacante retorna ao clube baiano após três anos, período no qual também teve uma passagem na Ponte Preta.

No ataque, Trellez segue movimentando o mercado, agora sob o interesse do São Paulo. Já há um acordo do jogador com o clube paulista, que agora tentará sua liberação do Vitória. No Campeonato Baiano, depois do empate em 2 a 2 com o Juazeirense na estreia, o Leão venceu o Vitória da Conquista por 2 a 0.

Botafogo-PB: entre empates e vitórias
Sob o comando de Leston Junior o Botafogo-PB mantém uma rotina curiosa: empate, vitória, empate, vitória. Foi assim nos quatro primeiros jogos, com direito a um triunfo por 4 a 1 diante do Desportiva, com dois gols de falta de Marcos Aurélio.

A partida contra o Desportiva foi o primeiro jogo na temporada em que o Botafogo-PB marcou mais de um gol no jogo. Por outro lado a equipe sofreu gols em três das quatro partidas no ano, passando zerado apenas na vitória por 1 a 0 diante do Bahia, no Nordestão.

Giro do Nordestão: o caminho do Sampaio, Bahia em busca do bi e as possíveis surpresas

Nesta terça-feira a bola começa a rolar na Copa do Nordeste, que contará com a participação de 20 times na fase de grupos. Dentre os maranhenses, como o Cordino foi eliminado pelo Treze na fase classificatória, apenas o Sampaio representará o Estado no torneio, buscando a classificação inédita para a segunda fase da competição em sua quarta participação consecutiva.

Para alcançar o feito inédito, o Tricolor terá que superar o grupo mais difícil da competição, que conta com Ceará, CSA e Salgueiro. Seguindo a lógica natural, o Vovô cearense chega como favorito na briga pelo primeiro lugar, enquanto o Tricolor deve disputar a segunda vaga com o azulão alagoano e o Carcará é o azarão do grupo.

Nas outras chaves, o Bahia é quem desponta como favorito ao título em 2018, na busca de seu bicampeonato na região. Com a ausência do Sport e o processo de recuperação do Náutico e Santa Cruz, Ceará e Vitória aparecem como os times para atrapalhar o Tricolor baiano, enquanto o Altos, apesar da eliminação na primeira fase em 2017, vale a pena ficar de olho como candidato a uma das surpresas do torneio.

O grupo da morte da Copa do Nordeste
Sampaio: em busca da vaga inédita na segunda fase
Após o acesso para a Série B, o Tricolor manteve a base do elenco da Série C, mas perdeu atletas importantes na fase de negociações, como o volante Diego Silva e o atacante Felipe Marques. O ano de 2018 começa com Francisco Diá esboçando um time com seis remanescentes da temporada anterior.

Destaque: Andrey (goleiro). Principal reforço do Sampaio até o momento, o goleiro sobe o nível da camisa 1 do Tricolor, que em 2017 foi defendida por Alex Alves. Além da segurança no gol, tem boa saída de bola com as mãos e com os pés.

Time base: Andrey; Bruno Moura, Maracás, Joécio e James; César Sampaio, Yuri e Fernando Sobral; Marlon, Reginaldo Junior e Uilliam

Ceará: favorito bem reforçado
Assim como Sampaio e CSA, o Ceará fechou 2017 com um acesso, no caso da Série B para a Série A. O elenco mais caro da chave, comandado por Marcelo Chamusca, também aposta na continuidade do elenco da temporada anterior e, apesar da intensa movimentação no mercado, apenas quatro novatos entre os titulares.

Destaque: Luiz Otávio (zagueiro). Contratado pelo Ceará no fim de 2016, o zagueiro cravou seu lugar no time titular e foi fundamental no acesso. A boa capacidade de interceptação e o poderio ofensivo nas bolas paradas são suas principais características.

Time base: Everson, Leandro Silva, Valdo, Luiz Otávio e Ernandes; Richardson, Ricardinho e Pedro Ken; Felipe Azevedo, Andrigo e Elton.

CSA: em busca da recuperação regional
Após a péssima campanha em 2017, quando foi lanterna do seu grupo, o CSA tenta voltar a ter boas apresentações no torneio regional. Semifinalista em 2010, a equipe comandada por Flávio Araújo, que também conquistou o acesso da Série C para a Série B, tentará chegar longe e superar a saída do zagueiro Jorge Felipe, melhor jogador da equipe na última temporada.

Destaque: Daniel Costa (meia). Aos 29 anos anos, o meia que chegou ao CSA em 2017, é o destaque da equipe alagoana. Na última temporada foram 38 jogos disputados e cinco gols marcados com a camisa do Azulão e é a esperança para a equipe conseguir uma boa campanha no Nordestão.

Time base: Mota; Celsinho, Leandro Souza, Lobão e Rafinha; Boquita, Dawhan, Didira, Marcos Antônio e Daniel Costa; Michel

Salgueiro: a zebra do sertão.
Sob o comando do técnico Paulo Junior para 2018, o Salgueiro chega como o azarão do grupo. O Carcará entrou na fase de grupos do Nordestão após herdar a vaga do Sport, que abandonou a Copa do Nordeste.

Destaque: Mondragon (goleiro). Aos 35 anos o goleiro está em sua sexta temporada consecutiva no Salgueiro, com uma breve saída para o Icasa em 2015. Responsável por boas defesas, o goleiro deve ser bastante exigido pelos adversário e terá que ser efetivo para o Carcará sonhar em surpreender na Copa do Nordeste.

Time base: Mondragon; Marcos Tamandaré, Maurício, Luiz Eduardo e Izaldo; Escuro, Jaildo, João Paulo e Neverton; Willian Anicete e Laércio

Fique de olho
Bahia: em busca do bicampeonato
Com o retorno do técnico Guto Ferreiro e bem ativo no mercado, o Bahia aparece como o principal favorito à conquista do título em 2018. Apesar das baixas significativas, com as saídas do goleiro Jean para o São Paulo e o volante Renê Junior para o Corinthians, o Tricolor da Boa Terra conseguiu bons reforços como o goleiro Douglas Friedrich do Avaí, o volante Nilton do Vissel Kobe e o atacante Kayke do Santos.

Destaque: Zé Rafael (meia). Zé Rafael começa a temporada no Bahia, mas ainda sob o assédio de vários clubes, com destaque para o Cruzeiro no momento. Com a possibilidade de atuar nas três faixas do campo, o meia participou diretamente de oito gols do Bahia durante a Série A, balançando as redes três vezes e com sete assistências.

Time base: Anderson (Douglas Friedrich); João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson, Nilton, Zé Rafael e Régis; Élber e Edigar Junio.

Vitória: Leão quer voltar às finais regionais
Semifinalista nas três últimas edições da Copa do Nordeste, o Leão encabeça a lista das potenciais ameaças ao bicampeonato do Bahia. Após salvar o Vitória do rebaixamento em 2017, Vágner Mancini começa a temporada com metas altas na Copa do Nordeste, onde o Rubro-Negro conquistou o título pela última vez em 2010.

Destaque: Santiago Trellez (atacante). Com as saídas de André Lima, Kieza e David, Tréllez é o artilheiro remanescente do Vitória para 2018. Um excelente achado do Rubro-Negro na janela de julho de 2017, o Colombiano fechou a primeira temporada no futebol brasileiro com 10 gols marcados em 23 jogos e é a esperança do Leão para chegar ao gol dos adversários.

Time base: Fernando Miguel; Lucas, Kanu, Wallace e Bryan; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Kieza; Neilton e Tréllez.

Podem surpreender
CRB: após um 2017 marcado apenas pelo título do Campeonato Alagoano e brigando contra o rebaixamento na Série B, o time comandado por Mazzola Junior tenta voltar a ter uma boa temporada. A zaga é um dos setores de destaque da equipe, com a chegada de Anderson Conceição que deve formar a dupla defensiva ao lado de Flávio Boaventura.

Altos: desde que apareceu na Série D em 2016, o time piauiense figura entre os postulantes a surpresa das competições que participa. Dessa vez sob o comando do técnico Waldemar Lemos, o Jacaré reforçou bem o elenco com destaque para a chegada do meia Roger Gaúcho, vice-campeão da Copa do Nordeste em 2016 com o Campinense.

Globo: embalado pelo inédito acesso para a Série C, o Globo agora tenta mostrar suas credenciais no Nordeste, onde disputa o torneio pela segunda vez. Com apenas cinco anos de existência, o time foi vice-campeão potiguar em duas ocasiões e aposta na permanência do técnico Luizinho Lopes, há 23 meses no comando da equipe, para surpreender na Copa do Nordeste.

Giro do Nordestão: decisão na fase preliminar e mercado agitado na Bahia

Globo e CSA selaram suas vagas na fase de grupos da Copa do Nordeste ainda em 2017. Restaram Cordino x Treze e Itabaiana x Náutico para definirem suas vidas nas primeiras semanas de 2018, que além da vaga na fase de grupos do torneio, também representará a entrada de mais R$ 500 mil no caixa das equipes classificadas.

O primeiro time a selar seu futuro no Nordestão em 2018 será Treze ou Cordino. No jogo de ida, no Maranhão, as duas equipes ficaram no 1 a 1. No jogo de volta, quem vencer avança e a Onça de Barra do Corda joga por um empate a partir de 2 a 2 para se classificar diretamente. Na outra decisão Itabaiana e Náutico empataram sem gols no jogo de ida.

Enquanto o quarteto luta por uma vaga na fase de grupos, as demais equipes seguem a preparação, com destaque para o mercado intenso na Bahia. Entre os maranhenses, o único garantido na fase de grupos é o Sampaio, que enfrentará o CSA, Ceará e Salgueiro.

Bahia: volta de Guto Ferreira
O técnico Guto Ferreira, que trocou o próprio Bahia pelo Inter em 2017, está de volta ao Fazendão. O treinador é apenas uma das muitas movimentações do Tricolor da Boa Terra no mercado, que vendeu o goleiro Jean para o São Paulo e Juninho Capixaba para o Corinthians. Entre as chegadas, destaque para o lateral Mena e o atacante Élber.

O Bahia ainda pode perder o meia Zé Rafael, que entrou na mira do Cruzeiro. A pedida dos baianos, no momento, gira nos € 4 milhões.

Ceará: atacantes não faltam
Recém-promovido para a Série A, o Ceará mantém a base do acesso na Série B e com destaque para a renovação do técnico Marcelo Chamusca. O treinador cruzará o caminho do Sampaio pela primeira vez desde sua demissão do Tricolor em 2016. Ironicamente, Chamusca deixou o time maranhense após uma derrota para o Ceará, em Fortaleza.

No elenco alvinegro o destaque vai para o ataque. São 10 atacantes no elenco do Vozão para 2018, dentre os quais estão Felipe Azevedo, Luidy e Douglas Coutinho, reforços apresentados para a temporada.

CSA: Flávio Araújo e Kível se reencontram
Atual campeão da Série C, o CSA dá continuidade ao trabalho que começou na reta final de 2017. Flávio Araújo chegou e levou o time alagoano à conquista do torneio e voltará a trabalhar com Leandro Kível, que foi um de seus comandados no Sampaio em 2013. O treinador também terá o primeiro reencontro com o time maranhense, após a sua saída em 2016, quando comandou a equipe pela terceira vez.

No mercado, a principal baixa do CSA foi o zagueiro Jorge Felipe, referência da zaga na Série C, que foi para o Deportivo Aves. No momento, Lobão, que era opção no banco de reservas, ganhou a vaga no time titular do Azulão para a estreia na Copa do Nordeste.

Altos: Waldemar Lemos e meio-campo reforçado
O Altos disputará sua segunda Copa do Nordeste e ainda com o status de possível surpresa. Agora sob o comando de Waldemar Lemos, que comandará o segundo clube piauiense em sua carreira, o Jacaré sonha com a classificação para a segunda fase.

Para alcançar esse feito, além de esperar o retorno da boa fase do atacante Manoel, o time piauiense investiu forte no meio-campo. O experiente Roger Gaúcho, vice-campeão da Copa do Nordeste com o Campinense em 2016, e o meia Éder Guerreiro, que teve uma passagem apagada pelo MAC por causa de lesões, chegam com a missão de colocar o time piauiense em destaque no Nordeste.

Vitória: chegam laterais e novela com atacantes
Os laterais Lucas e Bryan acertaram com o Vitória para 2018 e reforçarão a equipe comandada por Vagner Mancini. O treinador agora tem que lidar com a indefinição do ataque Rubro-Negro para a temporada. Trellez e Kieza interessam, respectivamente, ao Santos e ao Botafogo.

Caso a dupla deixe o Vitória, o Rubro-Negro perderá os quatro principais goleadores de 2017. André Lima foi o artilheiro do time na última temproada com 15 gols e já se despediu do time, enquanto David, terceiro goleador com 11 gols, acertou com o Cruzeiro. Kieza foi o vice-artilheiro em 2017 com 12 gols, enquanto Trellez balançou as redes em 10 oportunidades.