Brasil 2×0 Costa Rica: triunfo difícil e classificação encaminhada

FIFA/FIFA via Getty Images

Os dois gols nos acréscimos mostram o tamanho da dificuldade que o Brasil encontrou para conseguir o triunfo diante da Costa Rica. Com Neymar ainda fora da forma ideal, a Seleção penou para superar o muro costa-riquenho e quando conseguiu parou nas defesas de Navas.

No primeiro tempo, com Coutinho anulado pela marcação da Costa Rica, o lado esquerdo tentava nas jogadas individuais de Neymar para chegar ao ataque. Assim como a maioria das seleções menores na Copa do Mundo, os costa-riquenhos empurraram o ataque brasileiro sempre para as laterais e deixavam a frente da área congestionada, impedindo a infiltração brasileira.

Tite ainda tentou usar William para buscar o jogo por dentro, mas a escolha não teve efeito no primeiro tempo. Motivo para a entrada de Douglas Costa, que melhorou o setor na etapa final. Neymar passou a buscar o jogo mais centralizado e invadindo a área, deixando Coutinho com liberdade para buscar o jogo fora da área na lateral esquerda e por dentro.

Se no primeiro tempo o Brasil conseguiu finalizar apenas uma vez na direção do gol, na etapa final foram nove chutes. Aumento explicado pela entrada de Firmino para formar a dupla com Gabriel Jesus na frente e a presença de Neymar na área. O travessão e as sete defesas de Navas paravam o ataque brasileiro.

Nos acréscimos, Coutinho, depois de um belo pivô de Gabriel Jesus, e Neymar, após a assistência de Douglas Costa, encontraram os gols da vitória. No duelo contra a Croácia, um empate garante o Brasil nas oitavas, mas Tite precisa encontrar alternativas, principalmente quando Paulinho e Casemiro sofrem com baixo rendimento no meio-campo.

Posts relacionados

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*