Sampaio 1×0 ABC: pressão funciona no segundo tempo e Uilliam garante vitória Tricolor

Em um jogo de muita marcação, um erro da defesa do ABC foi crucial para o triunfo do Sampaio. Após a pressão, o pênalti sofrido e convertido por Uilliam, o Tricolor garantiu a vantagem mínima, com a vitória por 1 a 0, para a partida de volta da semifinal da Copa do Nordeste.

Com a entrada de Fumaça no lugar do Bruninho, Danielzinho seguiu pela meia-direita, apoiando o ataque no setor. Para segurar o 4-1-4-1 do Sampaio, Ranielle Ribeiro apostou em um 4-5-1 no ABC, com destaque para o trio central com Marcos Junior, Anderson Pedra e Felipe Guedes, sempre acompanhando a circulação da bola e posicionada de forma a interceptar os passes do time maranhense.

Para quebrar a marcação, o Sampaio primeiro tentou trabalhar as inversões, com Danielzinho achando Alyson. Ainda no primeiro tempo, em uma dos raros momentos de pressão da defesa do ABC, Sobral teria campo livre para avançar, mas sofreu falta. O primeiro tempo foi da defesa potiguar, que soube neutralizar o ataque do time maranhense.

Na etapa final uma mudança importante realizada por Roberto Fonseca foi pressionar a saída de bola dos zagueiros do ABC. Essa alteração na postura do time maranhense foi crucial para o pênalti sofrido por Uilliam. O atacante pressionou Samuel, que errou o passe, e na sequência foi derrubado por Tonhão. Na cobrança, o gol do Tricolor maranhense.

Com o natural desgaste do ABC e a entrada de João Paulo pela esquerda, o Sampaio conseguiu encontrar mais oportunidades. Não ampliou o placar por causa das finalizações erradas de Alyson e Danielzinho, mas o mais importante, além do triunfo, foi sair do Casteção sem sofrer gols e garantindo a vantagem de jogar pelo empate no jogo de volta.

Posts relacionados

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*