Figueirense 1×0 Sampaio: catarinenses se fecham e Tricolor não consegue furar bloqueio

Resultados

Clube1o tempo2o tempoGols
Figueirense101
Sampaio Corrêa000

Com um a mais durante a maior parte do segundo tempo, o Sampaio perdeu para o Figueirense por 1 a 0. O único gol do jogo foi marcado por Nogueira, ainda nos minutos iniciais.

Sem alternativas de jogo, o único caminho usado pelo time maranhense para tentar o empate foram os cruzamentos na área ou a chegada com bolas paradas, enquanto os catarinenses montaram um bloqueio durante os 90 minutos de jogo, com os maranhenses fechando a partida com 67% de posse contra 33% dos donos da casa. Com a bola, mas sem saber jogar, o Tricolor fechou a partida com apenas três finalizações certas, o mesmo número de chutes do Figueirense durante os 90 minutos.

O primeiro tempo foi concentrado principalmente pelo lado esquerdo do Sampaio. Diego Renan, com os avanços pelo setor, buscava Jorge Henrique para tabelar, enquanto Renan Mota dava o suporte pelo meio-campo. Logo aos seis minutos, um escanteio cobrado na área do Sampaio originou o gol do Figueirense, marcado por Nogueira.

O gol fez com que o Figueirense recuasse o time para esperar o Sampaio no campo ofensivo. As principais jogadas do Tricolor surgiam com a tabela Bruninho e Alyson, que enfrentavam a marcação de Diego Renan e Renan Mota pelo setor. Além da finalização de Bruninho, as outras duas boas chances do Sampaio surgiram com uma cobrança de falta de Danielzinho e após um escanteio do Tricolor.

O fim do primeiro tempo reservou a expulsão do volante Zé Antônio, responsável por interceptar os passes no apoio à zaga do Figueirense. Por causa da expulsão, Pereira e Renan Luis entraram no Figueira, com o primeiro assumindo a função de Zé Antônio, enquanto André auxiliava na marcação pela esquerda e tentava centralizar nos raros ataques dos donos da casa.

Com um a mais e sem conseguir criar, a alternativa de Roberto Fonseca para pressionar o Figueirense foi colocar Alexandro para sobrecarregar com o jogo de bola área. A melhor oportunidade do Tricolor foi um quase gol contra, já que o time maranhense sequer finalizou na direção do goleiro Dênis. Sem conseguir a virada, o Sampaio ainda perdeu Fumaça, expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Posts relacionados

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*