Dia: 26 de abril de 2018

Alvinho é o primeiro atacante a estrear com dois gols no Sampaio na década

Lucas Almeida / L17 Comunicação

Alvinho precisou de apenas 33 minutos e duas finalizações para estrear com dois gols com a camisa do Sampaio. Fundamental no triunfo por 3 a 0 diante do River-PI, o atacante se tornou o primeiro jogador na década a estrear com dois gols em um jogo no Tricolor.

Atacantes marcando em suas estreias no Sampaio não é algo raro. Desde 2010, Wescley (2010), Edgar (2011), Robert (2015), Isac (2017) e Reginaldo Junior (2017) estrearam balançando as redes.

Dentre os citados acima, Reginaldo Junior foi quem precisou de menos tempo em campo para chegar ao gol. O atacante entrou aos 22 do segundo tempo no jogo contra o ASA e aos 25 marcou o gol da vitória do Tricolor por 1 a 0.

Alvinho entrou aos 12 do segundo tempo e precisou de 22 minutos para balançar as redes. O segundo gol veio dois minutos depois. Desde Coelho, que estreou contra o Rio Branco-AC na Série C de 2007, um jogador não marcava dois gols na primeira partida pelo Tricolor.

Márcio Diogo chega ao Moto para suprir a saída de Jaílson

Aos 32 anos, Márcio Diogo está de volta ao futebol maranhense, agora para defender o Moto na Série D. Com base na forma como vinha jogando no River-PI, o ponta veterano chega para suprir a saída de Jailson, que trocou o Rubro-Negro pelo Fluminense de Feira. No clube piauiense, foram 13 jogos em 2018 e quatro gols marcados, fechando os primeiros meses da temporada como vice-artilheiro do time piauiense.

Em sua última passagem no futebol maranhense, pelo Sampaio em 2014, Márcio Diogo foi um atleta importante quando o Tricolor retornava à Série B. Na ocasião, foram 19 jogos disputados, três gols e cinco assistências. No geral, Diogo participou de um gol a cada três jogos.

Na reta final do Campeonato Maranhense, Jailson atuou pela ponta-direita, enquanto Ricardo Maranhão caía pela esquerda e Everlan ficou centralizado. A ponta direita era a função que Diogo exerceu no River-PI, em alguns jogos sendo utilizado como segundo atacante no time piauiense.

Diogo também pode jogar centralizado ou pela esquerda, caso seja a opção do técnico Marcinho Guerreiro. O certo que Márcio chega justificando o termo reforço e significa um acréscimo importante para o Moto na Série D.