Semifinais do Campeonato Maranhense sem artilheiros

O Campeonato Maranhense de 2018 é o torneio com a maior média de gols de 2015, mas chega às semifinais com a ausência dos principais artilheiros. Os atacantes Uilliam (Sampaio) e Ulisses (Cordino), respectivamente, com sete e seis gols, são os goleadores do Estadual, mas suas equipes foram eliminadas na fase de classificação.

Tal feito não acontece no Campeonato Maranhense desde 1999. O regulamento daquela edição era diferente e não havia semifinais. O comparativo pode ser feito porque o Ferroviário ficou fora das quatro primeiras colocações da competição, que terminou com o título do MAC e a artilharia de Chita, autor de 19 gols.

Desde então, todos os artilheiros do Campeonato Maranhense, no mínimo, chegaram nas semifinais do torneio. Nas duas edições disputadas por pontos corridos, em 2010 e 2011, Quirino (Santa Quitéria) e Naoh (MAC), respectivamente, foram os goleadores e ajudaram suas equipes na conquista do vice-campeonato maranhense.

Em 2018, o cenário mudará somente se Val Barreto (Moto), Ivanilton (São José) ou André Penalva (Imperatriz) conseguirem aproveitar os jogos decisivos para balançarem as redes com a frequência acima do normal no Campeonato Maranhense. Todos tem apenas três gols.

Como citado no início do texto, o Estadula de 2018 tem a maior média de gols desde 2015, com 75 gols em 28 jogos (média de 2,87). Na sequência aparece o torneio de 2015, com 120 gols em 42 jogos e média de 2,86, seguido por 2014, com 155 gols em 57 jogos e média de 2,72 gols por jogo.

Posts relacionados

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*